Quer se tornar uma máquina de vendas e ser líder no seu segmento? 

Existem inúmeras dicas de vendas que podem ajudar todos os tipos de vendedores a fecharem mais negócios.

Neste mar de informações, fica difícil escolher quais são as melhores opções para o seu negócio, ou quais opções terão mais aderência para a sua estratégia de prospecção de clientes.

Você quer vender mais? Quer aprender na prática, em um passo a passo, como tornar seu negócio mais lucrativo? Quer bater todas as suas metas e ser o melhor vendedor possível?

Para você conseguir tudo isso, o blog Você Vendedor escolheu as 16 melhores, mais matadoras e práticas, dicas de vendas de todos os tempos para você!

Sério, você sairá vendendo o seu produto como se fosse água no deserto. Basta apenas seguir esses 16 passos e trabalhar duro neles.

Falaremos sobre prospecção, segmentação e a importância do pós-venda. Te indicaremos métricas e qual é o tipo de relacionamento ideal para se ter com o cliente. Tudo isso está a um clique de distância, entre você e suas metas batidas!

Se tiver dúvidas, deixe um comentário no final da página.

Boa Leitura!

16 Dicas de Vendas incríveis para você

Com essas dicas de vendas, você baterá mais metas e terá uma ótima comissão. Fique atento a cada uma, colocando-a em prática. Tenho certeza que você pode melhorar sua performance com essas dicas de vendas.

1. Crie um perfil de cliente ideal

Defina claramente quem é a sua persona, e ao prospectar, foque nesse perfil.

Tem um ditado que diz: para quem não sabe aonde vai, qualquer caminho serve. O número 1 do nosso guia de dicas de vendas é justamente um insight sobre isso. Você precisa entender o seu cliente de uma forma holística.

Falamos sobre isso insistentemente aqui no blog, porém sempre é importante ressaltar que o seu cliente é próprio caminho a ser seguido, caso queira vender para ele mesmo.

Como assim “entender o cliente é o caminho para vender para o próprio cliente?”

Não entendeu? Eu explico. Para efetuar uma venda, é necessário entender as necessidades do cliente. Quem ele é, como ele se porta, suas dores, quais são seus desejos e anseios e por aí vai.

Logo, entender o cliente é a chave para vender para esse cliente.

Ele é o caminho para a gerar a venda para ele mesmo, entende? É necessário definir uma persona, ou seja, uma idealização do cliente ideal, com suas dores e anseios, e compreender como o seu produto e serviço o ajuda a resolver seus problemas.

2. Segmente a sua lista de clientes

Parece contraintuitivo, mas ter muitos clientes pode mais atrapalhar do que ajudar.

shutterstock_263091443

Foco é a palavra chave aqui. É necessário entender que nem todas as dicas de vendas do mundo poderão ajudar quem não tem foco o suficiente para olhar para onde se quer chegar ,de uma forma objetiva e prática.

Se você já tem o seu cliente ideal, já traçou uma persona e já entende suas dores e necessidades, o próximo passo é a segmentação. Segmente os seus clientes de algumas formas específicas, como:

  1. Clientes que compraram nos últimos 6 meses e clientes que não compraram.
  2. Clientes com alto volume de compras e com baixo volume de compras
  3. Clientes do produto X,Y e Z e clientes de serviços A,B e C.

Você pode usar essas, e tantas outras métricas para ajudar na segmentação. O importante aqui é dividir esses clientes em grupos, afinal, os objetivos, comunicação e propostas de valor são diferentes para cada um dos grupos.

– Busque evoluir seus métodos de vendas constantemente

Nunca pare de estudar e procure sempre se manter informado sobre o que está acontecendo no mercado.

Independentemente do que faça, continue aprendendo. Esses tipos de insights são mais do que dicas de vendas, e sim dicas para a vida. Não importa qual seja sua área, qualificação ou oportunidades, se mexa e aprenda.

O mercado de vendas, especificamente, oferece muitas informações e dicas sobre a maioria das coisas que envolvem vender. Vá atrás, foque no que te interessa no momento e estude bastante.

Por ser um mercado extremamente competitivo, ele só gratifica os que se destacam e se atualizam constantemente. Caso contrário, você será mais um com técnicas ultrapassadas de venda, e sem uma direção ou especialidade. Estudar nunca é o suficiente.

– Seja mais objetivo ao vender

Procure captar a atenção das pessoas e causar um impacto com o que você tem a dizer.

Vivemos em uma época aonde muitas informações são despejadas o tempo todo. Se você não for extremamente prático e persuasivo com o seu cliente, tem grandes chances dele simplesmente te ignorar.

Busque entender 100% o que ele precisa, foque em entregar uma solução para os seus problemas e. principalmente, se comunique com ele de uma forma direta. Não enrole o seu cliente ou tente confundi-lo de forma nenhuma.

Tente captar a atenção dele, buscando transmitir mensagens que são de valor, e de alto entendimento para ele. Suas mensagens precisam ser um meio termo entre chamativa,  prática e ser uma solução.

O tempo do cliente é curto, então dê motivos para que ele gaste seu tempo com você.

–  Adote o princípio da reciprocidade

Ter uma boa rede de networking pode ser mais valioso para as suas vendas do que você pensa.

Pense sempre que parceiros que agregam, ajudam muito, independente do estágio de vendas que você esteja. Indicações, por exemplo, podem abrir oportunidades, enquanto que o conhecimento do seu trabalho, pode influenciar alguém a comprar com você.

Networking é tão importante quanto o aprendizado, e segue a mesma linha que ele: bem feito, nunca é demais.

–  Faça uma autoavaliação sua e da sua equipe constantemente

Não adianta só aprender e buscar conhecimento, é necessário colocar em prática tudo que aprendeu e, principalmente, fazer uma autoavaliação do quanto a sua equipe e você tem melhorado.

Tenha em mente que esse tipo de exercício pode te dar insights poderosos. Essa é uma das mais essenciais dicas de vendas desse mini-guia, e uma das que mais podem fazer você evoluir rapidamente.

– Busque feedback dos seus clientes

O feedback dos clientes é valioso para aumentar suas vendas depois.

Uma das dicas de vendas que é mais essencial é essa: ouça o seu cliente. Não existe pessoas mas importante dentro do seu processo de vendas que o cliente. É ele quem paga, escolhe, e gera fluxo para você, então ouça-o ao máximo.

Além de contribuir para a constante melhoria do seu negócio, fazer follow-up com seus clientes pode dobrar os seus lucros facilmente.

–  Crie um relacionamento com o cliente e mantenha-o no pós venda

O custo de aquisição de um novo cliente é maior do que nutrir o que você já tem.

Um relacionamento de vendas é igual a um relacionamento comum. Você precisa mante-lo vivo, alimentando-o sempre que possível.

Um cliente tem dezenas de marcas, empresas e produtos que consome. Se você não se manter fime, e constantemente lembrado, será engolido pela quantidade imensa de informações que ele é submetido.

As dicas de vendas de nada adiantarão se você não tiver cliente, certo? Então, trate de mantê-lo o mas perto o possível, ok?

– Trabalhe com métricas e não com a intuição. 

Vivemos em um mundo aonde os dados dominaram as decisões estratégicas. Nada mais é puramente “achismo”. Tudo é feito em cima de dados, análises e reports que ajudam na tomada de decisão.

Você precisa saber aonde procurar esses dados. Em ferramentas analíticas, como o google analytics, por exemplo, você pode tirar insights reais se a sua relação virtual com o cliente está dando certo ou não.

No âmbito físico, trace uma planilha com os clientes ativos e inativos e meça com métricas que te ajudem a manter os ativos comprando, e a converter os inativos.

10 – Evite abordagens mecânicas e muito usadas: Seja original e autêntico.

Originalidade é algo escasso hoje em dia. Em diversos sites vemos dicas de vendas dizendo que é necessário automatizar processos, porém precisamos te dizer que num mundo 100% mecânico, o cliente precisa de alguém que ofereça originalidade.

Como dito nas dicas de venda 1 e 2, você precisa entender o cliente, e a forma como se comunica com ele. Entendendo isso, poderá aborda-lo de uma forma real e única.

11 –  Saiba a hora de ouvir o cliente: Dê espaço ao cliente criando um diálogo esclarecedor e útil para ele.

Um diálogo precisa ser bilateral, certo? Pois bem, poucos vendedores sabem e executam isso assim. Se você só fala, ou pior, se só tenta vender pro cliente falando sem parar, tem grandes chances dele não comprar e ainda cansar de você rapidamente.

Repetimos isso mil vezes (o que é intencional mediante a importância disso), mas ouvir o cliente é ouro, é necessário e o mais crítico na hora de vender.

Torne o diálogo esclarecedor sempre, e busque gerar o máximo de utilidade toda vez que falar com ele. Demonstre comprometimento, atenção e foco em suas necessidades. Ele se sentirá atendido e voltará com certeza.

12 – Entenda qual a linguagem do seu cliente: É preciso adaptar-se ao jeito de cada cliente.

Falamos disso nas dicas de vendas 1 e 10. Entender o seu cliente é essencial. Esse tipo de ação é necessária por que você pode compreender como se comunicar com ele, e em que meios deve estar para ele se sentir atingido pela sua mensagem.

Cada cliente tem uma forma de absorver as informações que você passa pra ele. Busque entender qual a forma do seu cliente principal e reproduza sua mensagem de forma clara e prática para ele.

13 – Torne o processo de vendas o mais pessoal possível

Nunca esqueça o nome do cliente e informações de conversas passadas que tiveram.

Dicas de vendas sobre informações de clientes
A importância de ter informações sobre o cliente

Sabe quando alguém que você não esperava lembra o seu nome ou algo que você disse? Essa sensação é boa, não é? Isso acontece por quê nos sentimos importantes para a aquela pessoa a ponto dela lembrar de algo sobre nós.

Essa regra vale para o cliente também. Ele quer se sentir importante, porém você precisa demonstrar que ele é. Lembre do que ele gosta, de suas preferências e foque nos detalhes. Detalhes são tudo, e quando lembramos detalhadamente do cliente, ele se sente bem feliz.

14 – Procure fazer perguntas que leve o cliente a perceber o valor do seu produto

Faça com o que ele “admita” que precisa do que você oferece.

Dicas de vendas sobre a importância de ouvir o cliente
Ouça o cliente sempre, como estratégia para boas vendas

Você precisa explicar tão bem sobre o seu produto que até uma criança de 3 anos entenderia o que você quer dizer. As dicas de vendas mais essenciais serão aquelas que te indicarão que a sua mensagem precisa ser clara, prática e personalizável para o cliente.

Logo, procure fazer perguntas, afirmações e argumentos que leve o cliente a perceber por si só o valor por trás do que você vende. Deixe ele próprio chegar lá sozinho, dê um empurrãozinho apenas. Uma vez que ele percebe o valor, vai sentir vontade de obter.

15 – Saiba a hora certa de partir para o fechamento e não hesite.

Todo guia com dicas de vendas precisa falar sobre o momento certo de realizar o fechamento. Apesar de ainda ser um momento frágil para o vendedor, esse tipo de approach precisa ser firme e feito na hora certo.

Como citado nas dicas de vendas 13 e 1, entender o cliente e fazer com que ele veja o valor por trás dos seus serviços faz com que ele próprio queira comprar. Primeiro demonstre o valor, aborde, converse e informe ele.

Quando ele estiver mais seguro e tranquilo, aí comece aos poucos a buscar o fechamento, porém sempre perguntando e deixando o cliente falar. Você só vai conseguir fechar quando derrotar todas as objeções do cliente, e só poderá fazer isso ouvindo-o atentamente.

16 –  Se você ainda não implementou um CRM no seu processo de vendas, faça isso o quanto antes.

Dicas de vendas sobre o CRM
A importância do CRM como estratégia de vendas

Um CRM é uma ferramenta de extrema importância para a sua estrutura de vendas. Busque implementá-la o quanto antes na sua empresa. Ela vai de dar insights e dicas de vendas matadoras para o seu processo de negócio.

3 dicas premium do melhor: Ciro Bottini

Existem 3 dicas bônus que vão ser dadas direto por ele.O super, mega consagrado vendedor, Ciro Botinni!! São dicas rápidas para você utilizar, além das que você recebeu acima:

  1. Entenda o que a concorrência está fazendo. Não para fazer igual, mas para fazer melhor e com mais inovação e criatividade.
  2. Trate a sua marca como algo que precisa entregar valor. Não tente abaixar o preço sempre que as coisas ficarem difíceis. Tente fazer o cliente ver o valor por trás do que está comprando.
  3. Vender mais não significa lucrar mais. Saiba em quais clientes mirar. Por isso, uma estratégia de vendas é tão importante. Ela te direciona para o melhor tipo de cliente para o seu negócio.

Conclusão

Vender é uma arte, e demanda muito esforço e tempo. Porém, seguindo essas regras vai ficar muito mais fácil para você executar a sua estratégia e bater suas metas.

Leia dica a dica com calma e busque uma forma de encaixa-las dentro do modus operandi do seu processo de negócios.

Tenho certeza que você vai conseguir personaliza-las para seus clientes e ter resultados astronômicos!

Se tiver dúvidas, deixe um comentário no final da página.

Boa Leitura!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *